logo IMeN

A utilização de ervas para fins medicinais

A utilização de ervas para fins medicinais há muito já é conhecida pelo saber popular. Uma das principais indicações do consumo de chás feitos com plantas terapêuticas é devido ao seu efeito calmante. Apesar disso, nem todos os tipos são capazes de propiciar tal benefício.
A camomila é uma das ervas mais conhecidas pelo seu potencial relaxante. De acordo com estudos, os flavonoides presentes em sua composição, como a apigenina, são capazes de atuar como ansiolíticos, devido a sua ação sobre neurotransmissores que propiciam sensação de calma e bem-estar.
O capim-santo (Cymbopogon citratus) também é evidenciado pelo seu efeito no sistema nervoso central. Ainda que sua funcionalidade seja comprovada cientificamente, persistem dúvidas se a administração na forma de chá seja realmente útil na amenização de sintomas de ansiedade e melhora do humor. Por outro lado, seu uso na forma de óleos essenciais sugere efeito benéfico como ansiolítico e sedativo.
O maracujá também entra na lista de calmantes naturais. Sua atividade ansiolítica já é bem documentada em diversos estudos, sendo inclusive sua eficácia comparada a medicamentos típicos no tratamento contra a ansiedade, como o oxazepam. Tudo isso se deve a presença de uma substância denominada benzoflavona, que por meio de mecanismos enzimáticos e hormonais, proporciona sensação tranquilizante.

IMeN - Instituto de Metabolismo e Nutrição
Rua Abílio Soares, 233 cj 53 • São Paulo • SP • Fone: (11) 3287-1800 • 3253-2966 • administracao@nutricaoclinica.com.br